10 PASSOS PARA FALAR EM PÚBLICO SEM ESTRESSE

por Marcos A. de Camargo e Silva, ACC-ICF


É comum ouvirmos que o cérebro humano utiliza apenas 5% de forma racional e os demais 95% são utilizados inconsciente ou subconscientemente. Uma das partes que compõem estes 95% é nosso sistema límbico [a neurociência pode explicar melhor!] – responsável, dentre outras coisas, pelas nossas emoções e respectivas memórias. Diante de pressões circunstanciais, nosso sistema racional e límbico concorrem entre si, causando estragos que podem afetar negativamente uma apresentação em público.


Um sistema límbico sobrecarregado e pressionado em momentos inesperados e incontroláveis pode influenciar a naturalidade de uma pessoa, deixando-a menos apta a gerenciar-se; com menos oxigenação e um conjunto de sobrecargas gerado a partir das mais diversas circunstâncias. Sendo assim, pode impedir uma pessoa de pensar e agir adequadamente. No momento da fala – qualquer que seja - a tensão física e emocional também pode ser alterada e a pessoa, por sua vez, concentra-se no conteúdo e busca fazer o seu melhor mas pode deixar de perceber o ambiente com um todo.


Diante dessas dificuldades, algumas medidas podem amenizar e colaborarem para o sucesso de uma apresentação em público. As nossas alterações internas, pensadas e impensadas, sejam elas circunstanciais ou não, podem ser corrigidas através de uma preparação adequada e bem pensada. Agindo assim haverá uma otimização nos resultados para o "seu momento" mas, é claro, somado ao hábito regular de exercícios físicos, tão necessários para o equilíbrio humano.


Veja, a seguir, um pequeno diagnóstico do que falamos acima:


Problemas apresentados:

(1) TPP - Tensão pré-palestra;

(2) Emocional alterado;

(3) Taquicardia;

(4) Ansiedade - nervosismo excessivo;

(5) Fala alterada (voz);

(6) Dúvidas de auto aceitação;

(7) Pensamentos de incapacidade, para citar apenas alguns dos pontos mais importantes.


Meus 10 Passos para uma fala em público sem estresse, abaixo, são também sugestões que podem acrescentar clareza e confiança em suas apresentações. Leia e desenvolva sua habitude para trilhar um caminho de sucesso e espontaneidade.


Meus 10 Passos para Falar em Público Sem Estresse:


1. Desligue-se, cuide-se melhor e relaxe horas antes. O ideal é fazer algo totalmente diferente; assista um filme, ria muito e durma cedo, seja criativo; também, pelo menos 20 minutos antes de sua apresentação, desligue-se e concentre-se no que irá falar a seguir, aprenda escutar a si mesmo.


2. Cronometre seu tempo. Nada melhor do que saber se adequar ao tempo proposto. Trabalhe suas ideias e prepare-se para “editar” ao vivo, se for necessário, treinando antecipadamente o que irá falar. Qualquer pessoa começa a perder seu grau de concentração a medida que o tempo passa. Depende de você trazê-la de volta.


3. Pesquise adequadamente - ou profundamente - sobre o tema. Lembre-se que em sua apresentação você é o expert no assunto; é o que as pessoas esperam. Pesquise e se aprofunde ainda mais, faça perguntas sobre o assunto. Descanse, seu trabalho foi bem feito.


4. Aceite o desafio. Reflita no quanto sua preparação o ajuda a crescer. Pense que este é apenas mais um passo no processo e desafios aparecem para serem vencidos. Descubra o quanto puder de seu público e fale a linguagem dele.


5. Estude os pontos fortes e fracos do conteúdo. Discuta, se possível com outras pessoas o quanto deverá expor ou não alguns pontos relevantes ao tema. Lembre-se, a globalização e a web adicionam conhecimento que se espalha rapidamente. Quando evitamos a redundância adicionamos honra a quem sentou-se para ouvir o que você tem para ensinar.


6. Observe as manias de expressão e fala. Alguns hábitos podem e devem ser evitados em público. A repetição de “tics” e palavras retiram a atenção e fazem a mente do ouvinte sair do foco principal. Se necessário, fale sozinho olhando-se no espelho, pois é importante corrigir hábitos desnecessários. Atente sempre para o uso correto de suas mãos, velocidade e timbre da voz, postura corporal


e, lógico, vista-se adequadamente.


7. Exercício físico regular. Auxilia na oxigenação, retira a tensão e deixa seu cérebro mais eficaz. O nervosismo excessivo e/ou a voz alterada podem ser equilibrados com exercícios e um pulmão saudável. Há mais de 10 anos aprendi uma técnica num curso de liderança em Singapura e a tenho exercitado desde então. Vai aqui como sugestão:

(A) Para “pilhar”: inspire [contando mentalmente até 4 seg]; segure o pulmão cheio [4 seg]; expire [4 seg] e inspire novamente repetindo o exercício até 4 vezes.

(B) Para relaxar: inspire [4 seg] e expire [4 seg]; segure o pulmão vazio [4 seg]; repita o exercício até 4 vezes.


8. Examine suas crenças. Tanto crenças falsas ou as verdadeiras são paradigmas que podem se tornar fatores essenciais para um desenvolvimento pessoal e devem ser honestamente trabalhados e fundamentados. Quando corretamente avaliados, nossos paradigmas viram instrumentos que podem servir de impulso para uma apresentação impactante.


9. Qual é o seu diferencial? Nada melhor do que aplicar algo que você mesmo pensou, elaborou e já testou antecipadamente. Os melhores atletas são exatamente aqueles que descobrem formas melhores e originais de fazer as mesmas coisas que outros fazem. Oradores e apresentadores não são diferentes.


10. Não se impressione, as críticas sempre estarão presentes. Não se apegue às críticas negativas. Levar toda crítica como verdade pode levar uma pessoa a se proteger instintivamente, fechando-se em seu casulo. Aproveite a conscientização de que isto vai acontecer sempre e, quando ocorrer, abra sua mente para aprender mais. Isto adiciona leveza emocional e retira do cérebro um peso desnecessário.


Aproveite essas dicas. Espero um dia assisti-lo e aprender muito com o que tem para compartilhar.


Mais dicas? Escreva para mim: treinamento@coaching4todaysleaders.com.br


Grande abraço e muito sucesso!


Marcos


[Marcos A. de Camargo e Silva é Managing Partner da C4TL, Brazil Chapter e compõe a diretoria do ICF-Brasil, São Paulo, servindo como Vice-Presidente e Diretor Financeiro para o período 2019-2020]

10 visualizações